Susep: arrecadação no acumulado até julho foi de R$ 199,92 bilhões, crescimento de 15,9%

A Superintendência de Seguros privados (Susep) divulgou o relatório Síntese Mensal, com dados relativos ao desempenho do setor de seguros até julho de 2022. O documento é produzido pela Susep com base nos dados encaminhados pelas empresas supervisionadas à Autarquia.

Segundo o superintendente da Susep, Alexandre Camillo (foto), o setor segue em crescimento na retomada pós-pandemia. “A arrecadação do setor no acumulado até julho de 2022 foi de R$ 199,92 bilhões, o que representa crescimento de 15,9% em relação ao mesmo período de 2021, quando foram movimentados R$ 172,46 bilhões. Os segmentos de seguros apresentaram crescimento de 16,3% no acumulado até julho de 2022, em relação ao mesmo período de 2021. Foram arrecadados R$ 176,42 bilhões nos sete primeiros meses de 2022”, diz. Para ele, o setor de seguros sempre obteve resultados mais satisfatórios, independentemente do momento que o país vive. “Acredito que essa característica vá se manter nos anos que estão por vir. O setor vai continuar a surpreender e a crescer”.

De acordo com a edição de julho, nos seguros de pessoas, o grande destaque foi o seguro de vida, que atingiu o montante de R$ 15,02 bilhões nos sete primeiros meses do ano. O valor corresponde a um crescimento de 16,3% em relação ao mesmo período de 2021.

Os seguros de danos continuam apresentando forte desempenho, com alta de 25,6% na arrecadação de prêmios na comparação do acumulado até julho de 2022 com o mesmo período de 2021. A arrecadação de prêmios no seguro auto atingiu R$ 27,39 bilhões nos primeiros sete meses do ano, valor 31,5% superior ao do mesmo período de 2021.

Em julho, a sinistralidade do seguro de danos fechou o mês em 50,9%. Em junho, o valor registrado foi de 53,0%. A sinistralidade dos seguros de danos, em julho de 2021, foi de 59,7%.

Nos seguros de pessoas, a sinistralidade, em julho de 2022, foi de 31,8%, frente aos 54,3% e aos 33,6%, observados em julho de 2021 e junho de 2022, respectivamente.

A linha de negócio rural foi destaque, com crescimento de 41,8% na arrecadação de prêmios no acumulado até julho de 2022, em comparação ao mesmo período de 2021. Os seguros das linhas riscos especiais patrimoniais e auto também se destacaram, com crescimento acima de 30%. 

Fonte: Segurador Brasil